quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Restauro da antiga Norita – publicação 09


“É vedada a utilização de quaisquer informações aqui contidas,  sem autorização expressa de seu autor, sob pena de indenização judicial.”
 
Restaurar é um conjunto de ações para interromper o processo de deterioração de objeto que  testemunhe a história e, no nosso caso, revigorá-lo à sua funcionalidade de quando em utilização produtiva.
 
As máquinas infantis de costurar, fabricadas a partir de 1870, tinham como propósito incentivar as meninas (a partir dos 7 anos) a desenvolver a imaginação e a criatividade para aplicação no dia-a-dia quando adultas.
 
Ao contrário da atualidade, onde os brinquedos limitam-se ao entretenimento virtual, sem instruir às habilidades, as maquininhas despertavam e ensinavam, de maneira agradável e lúdica, canalizando as energias das crianças numa produção frutífera.
 
1 Propaganda I
Propaganda da época
 
Assim, as meninas produziam roupas para as bonecas e até utilidades diversas para seu uso, desenvolvendo o prazer e admiração pelas suas obras físicas, em ações tangíveis.
 
A atenção, controle, planejamento e compenetração conferidos ao ato de costurar, consistiam em ótimo aprimoramento para as atividades profissionais quando adultas, úteis para toda a sua vida. Além do desempenho da costura doméstica, a profissão de costureira era bastante dignificada.
 
2 SofiaNossa neta (3 anos) e uma maquininha de nosso acervo
 
As máquinas infantis produziam ponto em cadeia (um fio), com regulagem de tensão da linha e de dimensão de ponto. Algumas com acionamento elétrico (pilhas) e outras, mais sofisticadas com pontos em zigzag, permitindo acabamentos em bainhas e decorativos.
 
Mas o motivo desta postagem é a aquisição e restauro de uma “Norita”:
Em viagem à Argentina, visitamos a AutoClasica, uma das maiores exposições de veículos antigos do mundo, entre 7 e 10 de outubro de 2016. Veja detalhes em: “www.felizmotorhome.blogspot.com.br”, na terceira parte da viagem.
 
Como já aconteceu em outras vezes, além dos tradicionais souvenires, adquirimos ali uma antiga maquininha infantil de costurar, marca NORITA, fabricada na Argentina na década de 60, a qual relatamos aqui o seu restauro.
 
3 propag NoritaPropaganda “Norita” da época
 
A maquininha estava em deplorável estado geral, mas aceitamos o desafio de restaurá-la.
 
4 original 5 bolhas
Rachaduras e “bolhas” por oxidação
 
Apresentava excessiva oxidação nas partes metálicas, faltando-lhe peças e várias rachaduras comprometiam seu arcabouço.
 
6 engr superior 7 inferior
Sistema mecânico superior e inferior travados
 
Todas as engrenagens estavam encravadas e seus eixos comprometidos por ferrugem, assim, como todas as partes (originalmente móveis) de seu sistema mecânico.
 
Inicialmente realizamos limpeza física, retirando habitáculos de insetos e sujidades acumuladas, para posterior aplicação de desencravantes para retirada de parafusos e todas as peças móveis.  Procedeu-se a liberação de eixos e engrenagens e desmontagem total.
Os componentes de aço (ferruginosos) tiveram leve torneamento (eixos) e posterior tratamento por desoxidante.
 
Algumas peças pequenas, como o acionador do eixo vertical, exageradamente corroído, tiveram de ser substituído por outros, executados em impressora 3D, por especial contribuição do filho Thiago.
 
8 peça 3DAcionador do eixo vertical refeito (azul)
 
O arcabouço, em zamac (liga de zinco, alumínio, magnésio e cobre), graças ao grande comprometimento por corrosão (profundas “cáries”), foi submetido à jato de alumínio, embora este procedimento consista em derradeira alternativa, pois consideramos perigoso por alterar as milimétricas dimensões de encaixes e alojamentos.
 
9 entrelaçador 10 sist inferior
Sistema mecânico inferior, entrelaçador, engrenagens e eixo.
 
O entrelaçador do sistema mecânico inferior e o tracionador do tecido tiveram superficial polimento, para manter suas dimensões e posterior proteção antioxidante, antes da montagem. Seu eixo sofreu leve torneamento, para posterior acoplamento.
 
11 detalhe 12 engr superior
Eixo e engrenagem superior restaurados e instalados
 
O sistema mecânico da parte superior, seus difíceis encaixes e parafusos, tiveram similar tratamento. Suas engrenagens foram ajustadas dentro dos limites de folgas. O volante de acionamento (zamac) foi retorneado, pintado na cor original da lateral da mesa assim como a carenagem superior.
 
A pintura do arcabouço da maquininha foi realizada na cor verde relva, já que possuirmos várias outras na tonalidade azul e, considerando  ser fabricada também originalmente neste matiz.
Os detalhes finais (regulador de tensão, manopla de acionamento, carretel de linha e suporte, adesivos, agulha, calcador, ...) foram trabalhados e instalados.
 
Com todo o conjunto motriz harmonizado com suficiente precisão, o trabalho de restauro foi dado como pleno sucesso.
 
AutoClas 5
 
Assim renascida, a pequena NORITA, desfila ativa e contente após décadas desprezada.
 
Prof. Eng. Darlou D’Arisbo

4 comentários:

Ana Cristina Caldatto disse...

Norita ganhou vida novamente!
incrivel a situação antes e depois de salva-la

Ana Cristina Caldatto disse...

linda a sua Netinha brincando com a mini maquina da Estrela

Coraline Rosa disse...

Linda demais,impressiobante

Gilson Pacheco disse...

Belo trabalho, comprometimento e clareza de idéias e explanação. Parabéns